Menu Fechar

Regresso às aulas em segurança!

A Associação Crohn/Colite PT enviou carta à Direcção Geral da Saúde, Direcção Geral da Educação, com o conhecimento do Gabinete do Ministro da Saúde e Educação a relembrar que na nossa comunidade  existem alunos, pessoal docente e não docente, em que o seu tratamento para a Doença Inflamatória do Intestino inclui terapêuticas imunossupressoras. Este facto, coloca-os grupo de risco  de COVID19, tal como definido nas orientações da Direcção Geral da Saúde. Outros, além deste tipo de doença crónica, há casos que têm outras doenças que também os colocam no grupo de risco a desenvolver COVID19 severa, no caso de serem infetados com SARS-Cov-2.

Em Setembro, iniciar-se-á mais um ano letivo, desta feita, com desafios acrescidos tendo em conta as circunstâncias que se vivem. As orientações emitidas pela Direção geral de Saúde, e distribuídas pelas escolas e agrupamentos escolares, carece de medidas específicas no que concerne a grupos de risco da comunidade escolar: designadamente alunos, docentes e pessoal não docente.

Torna-se, por isso, urgente este esclarecimento de medidas específicas para que o planeamento do ano letivo garanta a segurança de todos aqueles identificados como pertencendo a grupos de risco.

A Associação solicitou a implementação de orientações e medidas no terreno, que possam garantir o acesso à educação de forma segura e inclusiva a todos aqueles que fazem parte de grupos de risco, tal como identificado pela Direção Geral de Saúde e autoridades internacionais.